UTILIZAÇÃO DA SISTEMÁTICA KANBAN NA LOGÍSTICA DE ESTOQUE

estudo de caso em uma empresa do setor metalmecânico

  • Mariana Pereira Faustino Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) - Taquaritinga - SP - Brasil
  • Luis Aparecido Paioli Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) - Taquaritinga - SP - Brasil
Palavras-chave: Kanban, Manufatura enxuta, Sistema puxado

Resumo

Com a globalização e abertura de mercado, os clientes tornaram-se mais exigentes, por outro lado, as empresas estão oferecendo maior variedade de produtos. Diante desse cenário, as organizações buscam mais agilidade, flexibilidade e redução de seus custos internos. Um ponto a ser abortado é o estoque, e a metodologia a ser abordada nesse artigo é o sistema Toyota de Produção, especificamente o sistema Kanban. Empresas, ao redor do mundo, são pressionadas por melhorias nos processos e redução de desperdícios, sob a ameaça de desaparecerem do mercado. Neste sentido, procuram adaptar-se às novas necessidades, buscando eficiência e competitividade em todas as áreas que as constituem, utilizando instrumentos e ferramentas de gestão criadas nos últimos anos principalmente para apoiar esta adaptação, fazendo com que as empresas desenvolvam e busquem melhores maneiras de administrar seus recursos. Os estoques desnecessários são fatores geradores de despesas devido a vários custos com sua manutenção, representando assim, uma grande parcela dos custos logísticos. O Kanban é uma ferramenta utilizada no sistema de administração de produção, que oferece informações para controlar a produção, regular o fluxo de materiais e manter o inventário sob controle.

Publicado
14/05/2018
Seção
Tecnologia em Agronegócio