TECNOLOGIA E SEGURANÇA NA APLICAÇÃO DE AGROTÓXICOS COM TRATORES NA CULTURA DE CITROS

  • Ronaldo Luis Larando Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) - Taquaritinga - SP - Brasil
  • Marcos Alberto Claudio Pandolfi Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) - Taquaritinga - SP - Brasil
  • Fabio Alexandre Cavichioli Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) - Taquaritinga - SP - Brasil
Palavras-chave: AGRONEGÓCIO, DESENVOLVIMENTO, RISCOS À SAÚDE

Resumo

Como observado ao longo do trabalho o desenvolvimento tecnológico de máquinas e equipamentos agrícolas tem contribuído para o grande aumento da produção. Em consequência disso a exposição a agrotóxicos e os riscos associados a máquinas e equipamentos desenvolvidos, expõe os trabalhadores a condições de trabalho insalubre. Os objetivos deste trabalho foi mostrar o desenvolvimento no agronegócio brasileiro, aplicados ao emprego e utilização de novas tecnologias de máquinas e equipamentos agrícolas utilizados para aplicação de agrotóxicos na cultura de citros, bem como o desenvolvimento da segurança do trabalho com medidas coletivas e individuais, observados nestas atividades que envolvem os trabalhadores, expostos a riscos que podem afetar a sua saúde e segurança. Com relação a metodologia, é um texto qualitativo e descritivo. A pesquisa bibliográfica apontou a existência de vários trabalhos desenvolvidos sobre a evolução das máquinas na agricultura e o consequente aumento dos riscos para os trabalhadores. Devido a necessidade de aumento na produção agrícola houve grande desenvolvimento tecnológico de máquinas e equipamentos, sementes e uso intensivo de agrotóxicos, que ao longo dos anos possibilitou o aumento da produtividade, contudo desencadeou aos trabalhadores rurais a maior condição de risco a sua saúde. Sobretudo nas ultimas décadas houve melhorias na qualidade de vida dos trabalhadores e maior controle da exposição laboral, com uso técnicas de aplicações de agrotóxicos e o uso de equipamentos de proteção coletivo - E.P.C e os equipamentos de proteção individual E.P.I’s.

Publicado
16/05/2018
Seção
Tecnologia em Agronegócio