A VIABILIDADE DO TRATAMENTO DE ÁGUAS NEGRAS ATRAVÉS DO TANQUE DE EVAPOTRANSPIRAÇÃO NO MEIO RURAL

  • Ana Carolina Fernandes Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Marcos Alberto Claudio Pandolfi Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Cristiane Scabelo Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Selma de Fátima Grossi Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
Palavras-chave: Tratamento de esgoto, Dificuldade sociais, Saúde pública

Resumo

O panorama de tratamento de esgoto doméstico no meio rural é por muitas vezes ineficiente e inadequado, por vários fatores, falta de conhecimento e informações; alto custo para implantação, dificuldades sociais relacionadas à cultura e costumes das comunidades. Há um grande percentual de esgotos depositados em fossas rudimentares. Entre esses, as chamadas águas negras, que são efluentes oriundos do vaso sanitário e o não tratamento contribui para a contaminação do meio ambiente, além da ocorrência de doenças em seres humanos como diarreias e parasitoses intestinais. O presente trabalho mostra a implantação de um TEvap tanque de evapotranspiração, sua viabilidade econômica e social no tratamento de águas negras, por meio da técnica de evapotranspiração. O TEvap resulta em um sistema livre de efluentes pois toda a água é absorvida e evaporada pelas bananeiras, o que torna este sistema viável, em todos os aspectos e de fácil manutenção.

Publicado
24/09/2017
Seção
Artigos